O sistema se realimenta #1

tropa de elite 2

Eles servem para defender você deles mesmos

Era um lugar com muitos problemas, mas era seu lar. E não trocava aquilo por nada. Mentira, trocaria, se fosse na Farme de Amoedo ou na Avenida Atlântica. Mas sempre subiria lá. Por que ele não nega suas origens.

Lá tem vírus da dengue. Em todo lugar, há, mas, sejamos francos, aquele lixinho acumulado é também um lar. Para o mosquito. E é isto a essência de um lar maior, aquele seu lugar, onde há samba até de manhã. Com seus problemas, que a gente vai levando, mesmo com toda Brahma. E principalmente com ela, porque sem ela, sem o cigarrinho e o Big Brother, seria muito chato se deparar com o fato de que essa realidade não é boa.

Ela ficou grávida. Pode ficar com dengue. Pode ser perigoso para o filho, indesejado. O aborto é um horror, o que deve ser feito é largar o filho num mundo hostil, num lugar inadequado, com um pool genético num ambiente que não a levaram a lugar algum a menos de uma gravidez indesejada, e que, muito provavelmente, não levarão também o fruto daquele sexo. Talvez ele seja violento. Talvez jogue bola, pra morar na Europa e voltar ao lar nas férias. Tirar férias em Cabo Frio levando toda a sua raiz de samba no pé, funk na caixa, seus carrões roncando alto o motor. Ao lado da casa daquele aposentado, um mala, não aproveitou a vida. Reclama de tudo, um doente.

A contracepção é um horror. O pastor disse que não devemos interromper os planos d’O Criador e o tesão não é controlável, uma vez que, animais que somos, somos, por definição, pecadores. Fracos. Máquinas de procriação e, se a vontade d’Ele era da gravidez, não podemos colocar pílulas, camisinhas e, o mais horrível, pílulas do dia seguinte. Não duvide da ignorância, pode até ser que pense que seja apenas questão da vontade d’Ele, diretamente, sem contar que sua menstruação tivesse algo a ver. Mas não chamemos o pobre de ignorante. Isso é preconceito.

Os filhos vão para a escola todo dia. Não serão burros. Não gastam dinheiro com uma escola de qualidade, é muito caro, e já possuem dívidas que precisam ser pagas: do plano de minutos do celular, do Gato-Net atrasado e ainda precisa de um pouquinho pra gasolina do possante. Não é um carro do ano, não é exatamente aprovado pelo Detran, na verdade não tem muitas condições para rodar, mas sempre se dá um jeitinho, com bom-humor, e, se vier um guarda sacana, a gente tenta lidar como pode, e lá se vão mais 20 merréis. Luz e água estão na conta do vizinho, o trouxa que não faz gato, se recusou a liberar 300 conto pro técnico da região, e tá aí, sem ar condicionado. “Deus me livre, esse calorzão dessa cidade ficar sem ar”.

O ar condicionado é fundamental. O esgoto é bobagem, é só não pisar na água suja, aquele deputado prometeu que ia consertar, como era mesmo o nome dele? Não importa, ele foi safado, nunca mais pisou por lá, temos sangue novo na política, o Fulaninho Júnior vai nos salvar. Se bem que esse nome é familiar… Deve ter sido na televisão.

A escola tem merenda. Ao menos, isso tem de bom. Uma covardia colocarem as crianças nessas condições, o povo não pode pagar escola. E, cá entre nós, escola não é muito importante, todos sabemos que, pra se dar bem na vida, você tem que saber cantar ou jogar bola. Se você não é um nem o outro, só resta ser bandido. Médico, engenheiro, ator, são todos riquinhos, com o papai sempre lá para limpar sua bundinha. A escola é uma porcaria. Os alunos picham e os banheiros são quebrados. Alunos cantam e batucam a aula inteira, o professor é um saco, métodos ultrapassados, estressado, sempre querendo sacanear o aluno. Se ao menos ele tivesse em mente que está lidando com seres cujo cérebro não está totalmente desenvolvido… Com um amplo acesso à sexualidade. O que poderia fazer?

A água parada traz a dengue para a mulher grávida, que não pode usar métodos anticonceptivos devido ao líder religioso ali presente que, impede a entrada de informação, em especial, as que ponham em contradição sua posição ou seja também de sua ignorância. Graças a Deus, a dengue não piora, seu filho seguirá este caminho. A escola é ruim porque foi destruída, o professor se sente  desmotivado, a turma é hostil, quer pelo desconforto das instalações, quer pela preguiça, inerente à idade, de pensar. A aula perde qualidade e aquele aluno que se salvaria, também vai se perdendo: a aula é ruim, as instalações são ruins e os colegas zoam o nerd. Ele é fraco, não vai bater em ninguém, não sabe jogar bola nem cantar, vai acabar no McDonald’s. Pior caminho será aquele que não sabe jogar bola nem cantar e que é agressivo e ambicioso. Vai para o crime, vai morrer cedo, mas tem fé em Deus. Nada vai dar errado, se der, não tem nada a perder. Mas Deus é forte, vai enfraquecer aqueles que  se colocarem no caminho. E, sobrevivendo, sossega e Deus perdoa. É uma vítima do sistema? Mas quem são os culpados?  O estado? E quem faz o estado? Eles mesmos? A massa? A roda da realimentação. Mesmo com todo emblema, todo problema, a gente vai levando. Ele saiu, viu a paisagem da sua lage. Vê o mar, que mais ele precisa? Sua vida é maravilhosa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s