Mais do mesmo

Em vez de luz tem tiroteio no fim do túnel.
Sempre mais do mesmo
Não era isso que você queria ouvir?

Mais um dia com a palhaçada da música alta no viva voz. Me controlei, não fiz nada, tinha me prometido ontem levar uma vida OK. Foi um tormento (apesar de não ser uma música muito ruim), não podia descer do ônibus, estava com mochila pesada, estava cansado. Estava dando muito certo, esse ônibus vir logo.

Por causa desse PUTO, eu tive um acesso de tosse, minha pressão ficou alta, minha rinite atacou, tudo isso por causa de um simples gesto de enfiar a merda do cabo no celular e enfiar a porra do fone nas orelhas de abano. Sugiro que esse merda enfie o celular no rabo para ver se melhora a acústica.

 

Sal Molhado

O desvio dos pensamentos voaram longe. E logo já estava batendo uma saudade e a lembrança de uma época tumultuada. E então, na retrospectiva do pensamento, tentando desvendar qual a origem daquilo tudo, era o sal molhado. Num dia de chuva, totalmente plausível, a umidade. E então lembrei como alguns fazem da revolta um estilo de vida, mas sempre sabendo controlar os limites. Isso fez dele um líder. Mas em mim, isso não faz bem, queria ser um líder como ele foi. E não o rapaz que desconta nos amigos, que vira um bicho, incorporando a selvageria ambiente, que, mais cedo ou mais tarde, terá problemas. E acabará num possível mesmo desfecho cruel, ainda que por circunstâncias diferentes. Mas, possivelmente, através do mesmo meio. As pessoas lá fora estão com pressa. A ponto de matar. E nós, humanos, limitados, frágeis, temos que dar a passagem para as máquinas. Vou tentar levar a vida mais OK. E la se foi meu pensamento desevirtuando-se, diante da lembrança de um simples saquinho de sal molhado.

Querido vizinho, se manca

Estudo de 8 às 17, chego em casa exausto, estressado, tarde, querendo dormir. Sabado e domingo são os únicos dias que tenho para estudar e, sozinho, já me distraio bastante. Sábado é um dia complicado porque me distraio mais, meu horário ótimo da manhã não é aproveitado e procrastino de tarde. Domingo, o dia que posso começar a estudar desde manhã e assumir um ritmo bom, resistindo bastante a tentações, vindo animado de uma volta de bicicleta, pensando em escrever muito, estudar bastante, ver um filme e ainda bater papo na internet de tarde, vem o senhor vizinho e coloca pagode muito alto.

Liguei para a polícia, protocolo 4602694 por volta de 2 e meia, falaram que mandariam uma viatura. O som alto prosseguiu toda a tarde e está invadindo a noite. Provavelmente, vai ser minha cantiga de ninar.

Minha Ditadura

As motos estão proibidas (exceto veículos de emergência: polícia, deslocamento de órgãos e correios)

As religiões estão proibidas

Todos farão uma prova de gramática, aritmética e geopolítica antes da votação, na qual o voto será ponderado pela nota.

Todos são doadores de orgãos compulsoriamente.

Dois filhos com laqueadura compulsória.

Sinais de trânsito com cancelas automáticas

O presidente da Nextel é ateu

Dia de barrar duas vezes, andar de 181 sozinho (iuupie) e só um xingamentozinho, do motorista do 752 que queria que eu me pendurasse no ônibus em movimento (deve ser alguma ordem da empresa, primeira lição do empregado: “Missão da Redentor: ganhar 5 segundos de tempo levando o último passageiro em movimento”), perguntei se estava nervoso, mas sem maiores problemas e ESTOU COM MUITA SORTE, é a recompensa por esses dias de merda, perdi a primeira aula mas ela não aconteceu mesmo e consegui pegar os dois ônibus da volta no limite tênue entre o azar e a sorte… E ainda cheguei em casa antes do temporal, quer mais o quê? Meanwhile in a parallel universe… superputo strikes

Comédia

Perturbação do trabalho ou do sossego alheios

Art. 42 – Perturbar alguém, o trabalho ou o sossego alheios:

I – com gritaria ou algazarra;
II – exercendo profissão incômoda ou ruidosa, em desacordo com as prescrições legais;
III – abusando de instrumentos sonoros ou sinais acústicos;
IV – provocando ou não procurando impedir barulho produzido por animal de que tem guarda:
Pena – prisão simples, de 15 (quinze) dias a 3 (três) meses, ou multa.

Fonte: http://abordagempolicial.com/2009/03/som-alto-e-crime-o-policial-e-o-cidadao-perguntam/

Som alto: em primeiro lugar vamos já eliminar um tabu, que é o de que até às 22:00h tudo é permitido. Em nenhum lugar do Código Civil nem na Lei 4.591/64 (…) dos Condomínios consta esta afirmação, acredita-se que se trata de cultura popular sem o menor amparo legal. Portanto aquele que prejudica o sossego e a saúde de terceiros está cometendo uma infração, e como tal poderá ser punido, isto durante as 24 horas do dia.

Fonte: http://www.jornaldosindico.com.br/jsnv/indexnovo1.php?tab=artigo&id=127

Conclusões, pessoas gritando, caixinha de som no ônibus e som alto DURANTE o dia são crimes. Até parece que na prática…