Sal Molhado

O desvio dos pensamentos voaram longe. E logo já estava batendo uma saudade e a lembrança de uma época tumultuada. E então, na retrospectiva do pensamento, tentando desvendar qual a origem daquilo tudo, era o sal molhado. Num dia de chuva, totalmente plausível, a umidade. E então lembrei como alguns fazem da revolta um estilo de vida, mas sempre sabendo controlar os limites. Isso fez dele um líder. Mas em mim, isso não faz bem, queria ser um líder como ele foi. E não o rapaz que desconta nos amigos, que vira um bicho, incorporando a selvageria ambiente, que, mais cedo ou mais tarde, terá problemas. E acabará num possível mesmo desfecho cruel, ainda que por circunstâncias diferentes. Mas, possivelmente, através do mesmo meio. As pessoas lá fora estão com pressa. A ponto de matar. E nós, humanos, limitados, frágeis, temos que dar a passagem para as máquinas. Vou tentar levar a vida mais OK. E la se foi meu pensamento desevirtuando-se, diante da lembrança de um simples saquinho de sal molhado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s