Análise sociossocial: Turma do Pagode – Lanchinho

Uh uh uh uh uh uh uh uh uh uh
>> Revela a indignação do negro com o preconceito na sociedade

Você sempre quis
Alguém que pudesse te fazer feliz
>> Trata-se de mais um pagode escrito por um homem utópico que as mulheres procuram em festas, que passe a imagem de que não são safados, mas no fundo são, e falam através da música, o que a mulher quer ouvir

E esse alguém sou eu
Precisa saber
>>Aqui, ele mostra que é alguém na vida, quer, apesar do preconceito, deve ser considerado pela sociedade

Pra te completar
Estar com você
Se ele não liga nem pra desejar
Uma boa noite ou saber como está
>>O retrato de todos os safados para quem a mulher que ouve essa música já deu e a esperança (inutil) de que ela vai arrumar alguém melhor. Mais uma vez, o cara que vai  pra um pagode desses não quer dar boa noite e chamar a mulherzinha pra passear de mãos dadas no dia seguinte, mas a mulher quer se iludir, então ela se identifica com a letra

Por isso me liga, querendo me ver
>> A mulher está traindo uma pessoa, que, possivelmente, a trai também, para ficar com um cara fora do relacionamento… E quer ter esperanças de que ele não seja cafajeste… Liga pra ver? Skype?
E eu paro tudo pra estar com você
Preciso te dizer
Quero você
>>A simplicidade dessas frases são suficientes para demonstrar o quão sentimental é o eu-lírico

Namora, mas adora um proibido
>> Chamou a mulher de piranha. E ela aplaude.
E eu que sou culpado e eu que sou bandido
>> Bandido????????
Prefere um romance escondido
Sai na madrugada pra dar lancinho comigo
>> A mulher, que inicialmente queria um relacionamento sério, já está conformada, após ser iludida e “ficar apaixonada”, em ser só o lanchinho da madrugada.

>> A falta de preocupação do poeta com a métrica revela uma tendência da sociedade na época de cagar o cabelo que nem o Neymar

neymar limdo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s