Lixos humanos

Motorista da Cruzeiro do Sul fumando no interior do veículo. Passageiros do 862 ouvindo coisas do whatsapp sem fone, muito a vontade. Um outro passageiro me empurrou pra sair do banco, esqueceu de pedir licença. Desço do ônibus e avanços de sinal. Cidade Olímpica.

Anúncios

Ciclistas e Mautoristas

Em tempos de notícias de atropelamentos de ciclistas (aqui, aqui e aqui, por exemplo), era de pensar que os motoristas iam ficar com um pouco mais de cuidado (ou pelo menos, um pouco mais de dedos pra não aparecer na TV como assassino) para com os ciclistas. Tentei, hoje, adotar a tática do 1/3 da pista, mas não deu certo. Recebi buzinadas (tá certo que foi apenas uma buzinada, mas o cara buzinou durante um tempão, sendo que ele podia me ultrapassar com facilidade. Quando cedi a passagem, ele me fechou, claro. Aí ficou na mesma velocidade que eu, fiz aquele gesto de “guiando um cavalo”).

Vai Cavalo

Vai, Cavalo!

Em outras ocasiões, tive que mover meu guidão para não levar pancada nas ultrapassagens (umas 3 ou 4 vezes; bem rentes), mas como fiz em ruas de mão única, pode ser que isso tenha sido uma má idéia. Não tive cagaço de fazer isso nas ruas com mais de uma mão, por motivos de velocidade maior. Mas posso dizer que até esperava mais buzinadas; além disso, uma van me ultrapassou de forma segura e um ônibus me deu a preferência na hora em que ia acessar o ponto (pasmem). Mas isso pode ter sido só coincidência da calma inerente ao domingo… A princípio, vou continuar vivendo “na sarjeta”.

A única pergunta é… proteger o quê?

Muito se fala em fechar a vila em forma de condomínio, colocando um portão. Mas o que estamos protegendo? De que adianta se fechar dessa maneira se o barulho de motos e buzinas vai continuar nos acordando de madrugada? Este não é um problema lá de fora. De que adianta colocar um portão, se não vai ter um porteiro? Será que um portão ia nos facilitar ou piorar a vida? Você acha que caminhão de lixo e carro da Rio Luz vai entrar aqui com um portão? E, principalmente, em pouco tempo haverá só um portão sem cadeado, apenas para gastar nosso dinheiro com essa estupidez.

Para que se tenha um portão, é preciso que se contrate um porteiro. Não creio que os senhores moradores estejam muito dispostos a contratar um porteiro, seria um gasto a mais. Então, teríamos que ter um síndico, para administrar o dinheiro. E, para isso, teríamos eleições, o que nos tomaria tempo e acaba por formar brigas e discussões. Para termos um portão, precisamos de um sistema de porteiro eletrônico, ou você acha que uma visita tem que ficar na ponta da vila esperando – podendo correr os riscos do “mundo lá fora” – enquanto você vem até o portão. Não acha uma situação chata para nossas visitas?

Colocar um portão não vai nos elevar ao nível de Barra da Tijuca apenas por ter um portão. Não haverá vigia para controlar as pichações e possíveis pulos de muro. Não vamos ser ingênuos e ignorantes. Vamos ter que organizar nosso lixinho, que simplesmente deixamos na porta no dia certo. E nada disso, senhores, parece ser uma melhora. A música alta vai continuar. E a pergunta é: o que estamos protegendo e de quem? Será que não estamos tentando nos proteger de nós mesmos?

Quero virar pichador

Hoje, mais um dia de bingo com troca de sarcasmos com o motorista do primeiro ônibus, sumiço do segundo ônibus e batia de moto no terceiro. Pra finalizar, a obra de uma coisa que se revelou uma casa de festas está concluída e pronta para fuder ainda mais o meu sossego, por isso, vou enviar uma carta ao Globo e quero ver se essa porcaria tem mesmo alvará. Aposto que não, assim como a maioria das fontes de caos deste bairro. Por sinal, o PM tava lá parado em frente ao carro fazendo som alto. Tentei gravar, mas não deu, um dia ainda pergunto a ele se está permitido.

Hello world!

Welcome to WordPress.com. After you read this, you should delete and write your own post, with a new title above. Or hit Add New on the left (of the admin dashboard) to start a fresh post.

Here are some suggestions for your first post.

  1. You can find new ideas for what to blog about by reading the Daily Post.
  2. Add PressThis to your browser. It creates a new blog post for you about any interesting  page you read on the web.
  3. Make some changes to this page, and then hit preview on the right. You can always preview any post or edit it before you share it to the world.