Programa Bairro-Favela

Depois do programa Favela-Bairro da administração anterior, temos na atual administração o programa Bairro-Favela.

A propaganda de Eduardo Paes diz “não tenho mais vergonha de dizer que sou da favela” ou algo do tipo. Graças a esse programa. Nesses últimos 4 anos, tudo virou favela, fomos nivelados por baixo. Houve um descaso generalizado com a expansão e com a falta de educação das pessoas e chegamos ao ponto em que condomínio e favela, trem e metrô, todos estão muito à vontade. Não tem vergonha de dizer que mora na favela, claro, fez-se uma glamourização do lixo, ser favelado é chique.

Às vezes eu culpo o minha casa, minha vida, os miseráveis se envolvem em dívidas a perder de vista, mas conseguem comprar uma casa num lugar decente e vêm atazanar a vida de quem queria sossego. Ás vezes, culpo o ser humano mesmo, com sua tendência a ser folgado, e à tecnologia, que, mal usada, permite a esses humanos folgados fazer a farra que quiser.  Enfim, este é o programa Bairro-Favela, nivelando por baixo a educação do povo carioca.

É, cada povo tem o Eduardo Paes que merece.

Anúncios